Motor Triumph de 765 cc bate novos recordes e aumenta emoção na temporada 2019 da Moto2
19 março

Motor Triumph de 765 cc bate novos recordes e aumenta emoção na temporada 2019 da Moto2

O Grande Prêmio do Qatar da categoria Moto2, realizado no domingo (dia 10/03), foi o primeiro com os motores Triumph de 765 cc. Foram mais de 3.000 quilômetros percorridos pelos pilotos, dando início a uma nova era, mais emocionante, nessa importante categoria do motociclismo mundial. A corrida inaugural foiinacreditavelmente fechada e cheia de ação, com a participação de 32 motocicletas, e algumas marcas impressionantes conquistadas graças ao excepcional desempenho do motor de três cilindros da Triumph:

Novo recorde de pole – Marcel Schrotter, com 1m58,585.

Maior velocidade máxima – Alex Marquez, com 294,4 km/h.

Com o italiano Lorenzo Baldassarri liderando a prova desde o início e vencendo a corrida com muita competência, a diferença entre ele e o segundo colocado nunca chegou a mais do que meio segundo,apesar das voltas finais com forte pressão dos pilotos Marcel Schrotter e Thomas Luthi. No final, Luthi ficou em segundo e Schrotter em terceiro, mas ambos também foram muito pressionados no final da prova por Remy Gardner, que perdeu a terceira posição por somente 0,002 segundos. Baldassarri, por sua vez, venceu a prova, superando Luthi por apenas 0,026 segundos. “Quando decidimos entrar na Moto2, nossa intenção era fornecer um motor capaz de proporcionar uma corrida excitante e muito disputada. As equipes e os pilotos têm sido muito complementares ao analisar o novo motor Triumph e eles acreditam que há mais por vir quando se acostumarem com a potência e o torque do 765. Deverá ser uma ótima temporada ”, afirmou Steve Sargent, Chefe de Produto da Triumph.

O executivo também apresentou um troféu de fábrica especial, exclusivo da Triumph, entregue para Lorenzo Baldassarri, como homenagem pela sua vitória na primeira corrida da Moto2 disputada com motores Triumph. O motor de competição da Triumph na Moto2 é um desenvolvimento do modelo que equipa a motocicleta Street Triple RS (disponível no Brasil), líder na sua classe. Na Moto2, o motor desenvolve 140 cv de potência adicionais, mas oferece o mesmo som potente de um motor triplo da Triumph. O segundo capítulo dessa ação emocionante está agendado para o dia 31 de março, no Grande Prêmio da Argentina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *