Harley-Davidson é a marca mais amada do Brasil em 2016
6 maio

Harley-Davidson é a marca mais amada do Brasil em 2016

H-D também venceu na categoria Motos, segundo estudo encomendado pela revista Consumidor Moderno, idealizado pelo Centro de Inteligência Padrão e produzido pela Officina Sophia

6462

                                                               Fotos: Divulgação

Pela primeira vez a Harley-Davidson do Brasil é eleita como a marca mais amada do País, entre todas as empresas das 26 categorias do estudo realizado pelo Centro de Inteligência Padrão e produzido pela Officina Sophia. A marca foi ganhadora também na categoria Motos, como a fabricante de motocicletas mais amada do País.

Em relação à pesquisa de amostragem, foram realizadas cerca de 1.600 entrevistas nas principais regiões do País como São Paulo (capital e interior), Rio de Janeiro (capital), Belo Horizonte, região Sul e região Nordeste. A avaliação considerou as classes socioeconômicas A, B e C e foi composta por homens e mulheres, entre 18 a 59 anos.

Segundo a metodologia de inteligência adotada na pesquisa, o amor pelas marcas foi avaliado levando em consideração uma escala de 0 a 10, em que 10 era o nível máximo, com peso 2, enquanto qualquer outra nota tinha peso 1. Este ano, para qualquer marca permanecer no ranking, foi necessário que pelo menos 150 pessoas respondessem à pesquisa e qualquer número abaixo foi motivo de desclassificação.

De acordo com a Officina Sophia, 33% dos cerca de 1.600 entrevistados estava na faixa etária de 25 a 34 anos e  e 30% eram de 35 a 44 anos. A maior parte dos respondentes, 30%, estava localizada em São Paulo (SP).

Segundo o Centro de Inteligência Padrão, foram consideradas cinco dimensões para a realização da pesquisa. São elas “qualidade do produto”, “identidade aspiracional” (o que a marca ajuda a pessoa a parecer ser, mesmo que ela não seja), “humana”, que é a capacidade de humanização da marca (respeito com os seus funcionários e clientes), “conexão emocional do indivíduo com a marca” e “feita para mim”, que é a capacidade de personificação da marca para cada consumidor.

“Ao contrário do resultado constatado na edição anterior do estudo, que apontou o crescimento das marcas de luxo entre as mais amadas, este ano nós podemos observar a melhora da qualidade de produtos nacionais e, consequentemente, uma maior procura por estas marcas”, explica o idealizador do estudo e especialista internacional em relações de consumo e varejo, Roberto Meir.

Em seus 112 anos de história, a Harley-Davidson tornou-se mais do que uma fabricante de motocicletas. Hoje, a marca é uma lenda do motociclismo e sinônimo de um estilo de vida único, disseminado pelas Américas, Europa, Ásia, África e Oceania. A companhia produz motos Custom, Cruiser e Touring, além de oferecer uma completa linha de peças, acessórios, equipamentos, vestuário e produtos licenciados, por meio de suas mais de 1.500 concessionárias distribuidas pelo mundo.

“Os nossos clientes buscam diferenciação e compartilham dos principais atributos da marca, que são a liberdade, atitude e irmandade. Além disso, realizamos eventos anuais, como Harley Days e National H.O.G. Rally, responsáveis por manter a ótima relação da marca com seus principais clientes e entusiastas da marca. Nossos clientes são os mais apaixonados do mundo e tudo isso nos credencia como a verdadeira lenda do motociclismo”, ressalta Flávio Villaça, gerente de Marketing, Produto e Relações Públicas da Harley-Davidson do Brasil.

Em sua trajetória de sucesso, a Harley-Davidson apresenta inovações em motocicletas para que seus consumidores, apaixonados pela marca, desfrutem da melhor experiência sobre duas rodas. Algo que começou como um sonho de jovens rapazes de Milwaukee (EUA) e se transformou em uma lenda mundial do motociclismo.

SOBRE O CENTRO DE INTELIGÊNCIA PADRÃO (CIP)

É o núcleo de inteligência e pesquisa do Grupo Padrão responsável pela execução de estudos, reconhecimentos e premiações de prestígio no mercado de Contact Centers e no Varejo, com expertise em todas as dimensões que envolvem o “Relacionamento Empresa-Cliente”.

Fonte: PrinterPress

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *